Redes de Proteção – Saiba como usá-las para proteger o seu filho

redes de protecaoSe você mora em um apartamento ou um sobrado, não deve se esquecer, de forma alguma, de instalar redes de proteção nas janelas e sacadas para proteger o seu filho contra quedas e acidentes.

Assim que o bebê fica de pé e começa a querer subir nas coisas você deve providenciar a colocação das redes em sua casa.

Se o seu filho fica bastante tempo na casa dos avós e eles moram em apartamento ou sobrado, é aconselhável que eles também providenciem a colocação das redes de proteção.

Normalmente existem 3 tipos de tamanho das malhas dessas redes: a de 10x10cm que impedem a queda das crianças mas permitem que elas atirem objetos pelas janelas; a de 7x7cm, que protegem um pouco mais e proporcionam uma boa visibilidade do ambiente externo, e a de 5x5cm que é bem mais resistente, protege bem mais mas ofusca um pouco mais a visão do ambiente externo.

Existem inúmeras empresas que efetuam a colocação das redes de proteção, então ao escolher com quem fazer, você deve observar o material com o qual é feita a rede (o melhor é o monofilamento de polietileno e com aplicação de anti UV retardando o seu envelhecimento), se a rede da empresa escolhida é homologada pela ABNT, e o tempo de garantia que a empresa oferece pela rede. O normal é de 3 anos, tempo este em que é aconselhável efetuar a troca das redes para garantir a sua segurança.

Estudos mostram que a grande maioria dos acidentes graves em relação a quedas, ocorrem com crianças entre 8 e 12 anos, pois nessa idade elas estão muito confiantes da sua capacidade e acabam abusando em suas brincadeiras. Portanto, é aconselhável manter as redes bem firmes até que seu filho complete 12 anos de idade.

 

One thought on “Redes de Proteção – Saiba como usá-las para proteger o seu filho

  • 24 de Janeiro de 2017 at 12:25
    Permalink

    Post de utilidade pública, certamente!
    Tenho um conhecido meu que por muito pouco não perdeu o filho por conta da falta de cuidado com redes de proteção. Eu não perdoaria jamais se acontecesse algo do tipo comigo.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge