Cuidando do seu Bebê – O segundo dia

No segundo dia você já estará mais descansada e poderá cuidar melhor do seu bebê. Como ainda estará na maternidade, em muitas coisas você pode ter a ajuda das enfermeiras, mas é bom que você tente fazer o máximo de coisas sozinha para que caso tenha dúvida peça ajuda e aprenda com as enfermeiras.

É muito importante que neste segundo dia o seu bebê já esteja mamando no peito pois o seu colostro fornecerá todos os anticorpos que o bebê precisa nesta fase. O seio deve ser oferecido sempre que a criança chora, sem horário rígido , dez minutos de um lado e dez do outro, invertendo a ordem na mamada seguinte. Mais tarde o seu filho regularizará as mamadas naturalmente. Nesse começo ele precisa “mamar toda hora” porque ainda é pequeno e não consegue sugar com muita força numa mamada só.

Se a criança ficar mais de  quatro horas dormindo, deve ser acordada e colocada ao seio, principalmente se for prematura ou criança de baixo peso. A produção de leite, além da parte hormonal normal, depende muito do estímulo que o bebê provoca no seio quando suga, por isso, mesmo que você ache que não tem leite deve colocar o bebê para sugar sempre que ele desejar. Não existe leite forte ou fraco, todo leite materno é bom.

segundo dia

Neste segundo dia você já pode dar o banho do bebê. Em algumas maternidades, no segundo dia o pai dá o banho, com supervisão da enfermeira, e no terceiro dia, a mãe. Em outras maternidades, somente as enfermeiras dão o banho no neném, mas isso é um problema, pois ao dar o banho no seu bebê na maternidade você já pode tirar várias dúvidas com a enfermeira, o que não poderá mais fazer quando estiver em casa.

O segundo dia é o dia das visitas e você deve pedir alguns cuidados no intuito de proteger o seu bebê. Por exemplo, peça que a visita lave as mãos assim que entrar no quarto, não deixe a visita beijar o bebê, e caso seja impossível evitar, peça que beije somente na cabecinha. Se a visita estiver tossindo, peça educadamente que se retire do quarto pois o bebê ainda é muito pequeno e não tem imunidade suficiente (normalmente pessoas gripadas evitam ir visitar na maternidade, mas sempre existem alguns indivíduos sem noção). Crianças pequenas não devem ir visitar na maternidade, a não ser que sejam irmãos do bebê, pois crianças geralmente estão mais gripadas pelo contato com outras crianças da escola e não têm muita noção de barulho e cuidado com o bebê. Diversas maternidades já proíbem a entrada de crianças para evitar esse tipo de problema com os recém-nascidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge